sábado, 23 de março de 2013

Dias








Há dias exclusivos para que façamos os deveres de casa, tecidos mesmo com as linhas do aconchego e da ternura; dias para olhar pra dentro, deixar a alma hibernar, juntar os pensamentos dispersos, equilibrar a corda bamba da vida e abraçar somente as nossas vontades. Há dias que nascem para que sejamos a nossa própria prioridade; para que preparemos o depois em silêncio e sem pressa... Há dias que se querem exclusivamente nossos!

Aíla Sampaio

Nobreza








Teu amor funda reinos em mim,
brinca de nobreza em meus olhos
e ergue castelos monumentais
no meio da erva-daninha do desengano.
Teu amor é promessa de jardins suspensos,
portas altas, paredes largas e muitos vitrais
para a travessia do sol.
Teu amor é a lua numa noite escura,
é tudo o que eu quis que fosse feito
do meu destino de navegante sem porto.

Aíla Sampaio

quarta-feira, 13 de março de 2013

Exílio




Amo-te






Amo-te. Não de agora que te conheço o rosto.
Amo-te desde a imagem desenhada em meus desejos.
Amo-te com o colorido dos romances românticos 
e as cores gris da realidade
sem janelas nem serenatas nem cavalo branco. 
Amo-te com a naturalidade de um pássaro que canta; 
de um rio que desliza suas águas na mansidão do dia, 
com a alegria da manhã que em mim nasceu.
Amo-te com os meus olhos, meus ouvidos, minha boca;
com o coração e a cabeça, amo-te 
e sinto a tua ausência com o corpo todo, 
como se a tua falta fosse a falta de um pedaço meu.
Aíla Sampaio



À espera de um eclipse

Quando ouvi tua voz pela primeira vez, uma explosão de silêncios me fez entender que nunca mais eu seria a mesma pessoa. Teu ros...