sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Quem sabe?





Um dia, tu me responderás sem que eu pergunte
e eu entenderei sem que me expliques.
Um dia, olharemos nos olhos do outro
e veremos a nossa própria imagem refletida
como num espelho.

Um dia....quem sabe?!


Aíla Sampaio







2 comentários:

  1. Que Lindo!! Parabéns novamente.Beijos ,Eloisa.

    ResponderExcluir
  2. Maravilhoso poema.

    No entanto, todos os poemas são de uma beleza invulgar. Parabéns!

    ResponderExcluir

Por enquanto

O sopro do vento arrastando as folhas A chave enferrujada na porta A jaqueta perdurada no silêncio. Somente seu olhar ...