Nuvens




Cansada de ser chão
criei asas e voei .

Fossem de crepon as nuvens
em que pousei
teria sobrevivido,
mas eram de sonhos...
acordei.

Aíla Sampaio

Comentários

  1. Que não lhe faltem sonhos e vontades de voar no Céu das palavras escritas e também das ditas, sempre que sentidas!

    Joaquim Marques

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

ORAÇÃO

Calmaria

um poema inconcluso