sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Só há serenidade quando o coração é desocupado de rancores e a alma não guarda na bagagem o ensurdecedor silêncio das mágoas.





Aíla Sampaio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

À espera de um eclipse

Quando ouvi tua voz pela primeira vez, uma explosão de silêncios me fez entender que nunca mais eu seria a mesma pessoa. Teu ros...