quinta-feira, 16 de agosto de 2007

NÓS


um
e
outro

Nunca
dois

Juntos
por
um instante
eternamente

Definitivamente
distantes
depois

(Do livro "Amálgama (1991))

2 comentários:

À espera de um eclipse

Quando ouvi tua voz pela primeira vez, uma explosão de silêncios me fez entender que nunca mais eu seria a mesma pessoa. Teu ros...