Tentativas




O que fui foram tentativas. Nunca consegui a plenitude da ousadia ou a desnecessidade dela; jamais agi com beatitude ou danação. O que em mim foi guerra virou despojo de uma paz armada; o que foi sólido fez-se um  líquido amorfo; o que era quente ou frio escorreu morno. O que fui e o que sou continuam sem forma definida. O que serei, quem sabe, ultrapasse a tentativa.

Aíla Sampaio



Comentários

  1. Olá!
    Esta é a página do Facebook do meu novo livro de poesia "Em Teus Olhos Seria Vida".
    Gostava de poder contar com o teu "gosto" na minha página.
    Obrigado!

    www.facebook.com/EmTeusOlhosSeriaVida

    ou em:

    poesiafaclube.com/store/josé-manuel-pereira-"em-teus-olhos-seria-vida"

    =)

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

ORAÇÃO

Calmaria

um poema inconcluso