Quando é hora de desistir pra recomeçar




Se é árida a terra e seca a semente, se não há mãos nem água para a rega, desiste de plantar, pois nada há de florescer. Recolhe as tuas armas e não mais lutes, que não és soldado de guerra. Quando não são retos os caminhos, de nada adianta esperar a hora certa; será sempre cedo ou muito tarde, serão vãos todos os gestos que a sede de vitória quiser te dar. É inútil toda colheita no deserto. Descansa, pois, teus pés e retorna ao ponto de partida. Na sombra, em outro chão, sob o manto de nuvens do qual caíste, poderás recomeçar, de asas abertas, a tua lida.

Aíla Sampaio

Comentários

  1. TERRA ÁRIDA

    Terra Árida,
    Terra límpida,
    Floresce a Esperança.

    Semente seca,
    Vida latente,
    Nuca desiste de Florescer.

    A Esperança tua arma,
    Não lutes, ame...
    No amor a força Maior.

    Não sou um soldado,
    E sim um semeador do amor.
    Para o amor sempre haverá água.

    No amor os caminhos são curvos,
    Sempre depois de uma curva há esperança.
    Para o amor sempre a hora é agora, nuca é tarde.

    No amor o descanso reside,
    Como sombra de Árida Terra na Vida,
    Que faz chover e sempre poderemos recomeçar.

    O Amor a Água da Árida Vida,
    Onde sempre as sementes brotam.
    O Amor nuca desiste.

    Ivan Kalabassa
    17 de outubro de 2011

    ResponderExcluir
  2. Maravilhosa Poetiza !! Tenho visitado muito...dezenas e centenas de blogs de poesias;
    Mas os seus textos, suas poesias me encantaram.
    Quero parabeniza-la e dizer que é uma honrra
    ser sua seguidora. abraços
    vera portella

    ResponderExcluir
  3. Feliz, mas com os dois pés Também, como Aíla, perdi a ilusão de que o amor e ou a fé movem montanhas.
    Em certas situações e diante de certos entes, o melhor mesmo é desistir. E se tiver vocação para santo,amar de longe, sem nenhuma espectativa. E se não tiver, deixar que a indiferença preencha o vazio deixado pelo malfadado anseio de compartilhar asas.fincados neste chão.

    ResponderExcluir
  4. Também, como Aíla, perdi a ilusão de que o amor e ou a fé movem montanhas.
    Em certas situações e diante de certos entes, o melhor mesmo é desistir. E se tiver vocação para santo,amar de longe, sem nenhuma espectativa. E se não tiver, deixar que a indiferença preencha o vazio deixado pelo malfadado anseio de compartilhar asas.
    Feliz, mas com os dois pés fincados neste chão.

    ResponderExcluir
  5. Olá! Você me seguia no blog de poesias "DIEGO SCHAUN". Mudei de endereço. www.diegoschaun.com.br Agora reuni poemas, crônicas, videos, e músicas em um lugar só! Te convido a me seguir novamente. Já estou seguindo teu blog!

    Um ótimo domingo!!!!

    Abs
    Diego

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

ORAÇÃO

Calmaria