domingo, 21 de agosto de 2011

Paixão



Sou movida pela paixão... é pelas lentes dela que vejo a cor do mundo. Sem ela, fica tudo cinza, como se tivessem roubado as matizes que dão brilho aos dias. É esse sentimento embriagador que faz mais curtas as distâncias e mais breve o tempo. Bom demais escutar as batidas do próprio coração, sentir o estômago borbulhando pela simples menção de um nome, distrair-se na lembrança de um momento vivido...



Aíla Sampaio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ele tinha o cheiro esverdeado do sereno que molhava a paisagem quando ela pela primeira vez o abraçou e sentiu como se entrasse num bos...