Uma canção


Amo-te como flor que cresce no deserto

somente com o sal da terra.

Como fera mansa que deixa a selva,

amo-te em paz, em plena guerra,

e navego em teu corpo,

sem remos, sem embarcação.


Amo-te como quem vê estrelas no amanhecer,

como quem, longe do litoral, vê o mar.

Como quem ama simplesmente por amar

e sem saber por quê,

amo-te em silêncio e te desejo

como quem sai a velejar deseja o vento.




Aíla




Comentários

  1. Aíla , você escreve muuuuito bem! Adoro tudo , sua sensibilidade e capacidade de expressão é maravilhosa.bjs

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

ORAÇÃO

Calmaria