Teu nome


Ah, teu nome...
esqueci-o de tanto não o pronunciar em casa.
Soterrei-o nos teus silêncios e nos meus monólogos...
ele morreu da saudade de ouvir-se...

Eu não te disse que o amor não pode ser só uma palavra?


Aíla

Comentários

  1. ual ... desculpe-me a invasão , mas teu cantinho é tão delicioso , e esta música vai n'alma, não quero ir.. vontade de ficar por aqui e levar pro mundo os teus escritos. bjsss. parabéns.

    ResponderExcluir
  2. vou-me , com a alma cheia de sensações... amei .. querida ... nunca pare, nunca desista, não importa a circunstancia, escrever é um dom que Deus só dá aqueles que tem a alma perfumada. prazer imenso de ter passado por aqui. fica na paz de jesus.♥

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

ORAÇÃO

Calmaria

um poema inconcluso