quinta-feira, 10 de junho de 2010

SEGREDO




Durante muito tempo fiquei calada,
esperando o momento de dizer sem erro
o quanto te amava.
Guardei cada minuto ao teu lado, cada palavra,
como quem guarda a sete chaves uma verdade
que não pode ser revelada.
Disse, enfim, só a ti, o meu segredo;
não sei ainda o que virá pela longa estrada
que se estende entre a tua realidade e o meu desejo.
Tua alma sabe o caminho que te levará até a minha
e meus olhos sabem que nos teus está escrito o meu destino.

Um comentário:

Desde os contos de fadas

Eu te esperava desde os contos de fadas, quando a esperança galopava um cavalo branco e os príncipes existiam; desd...