EXÍLIO



Aquele que foi meu chão
é hoje abismo



Sua boca
que tantas vezes sussurrou
meu nome,
agora grita;
aponta-me o dedo sua mão
que era só carícia



Aquele
que foi minha pátria
é hoje exílio.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ORAÇÃO

Calmaria