domingo, 28 de fevereiro de 2010

Chove,

mas em meu coração faz sol
como em todas as manhãs
em que acordo contigo.
Se o tempo muda
e são escuras as horas
mais cresce o meu desejo
de ter teus braços como abrigo
nas noites mais chuvosas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por enquanto

O sopro do vento arrastando as folhas A chave enferrujada na porta A jaqueta perdurada no silêncio. Somente seu olhar ...