Ser






Vou sempre além de, ultrapasso medidas, passo dos limites, conjugo o verbo amar em todas as pessoas, tempos e modos, e arrisco todas as fichas numa só jogada. Prefiro de repente não-ser a ser pela metade.
Aíla Sampaio







Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ORAÇÃO

Calmaria

um poema inconcluso