Naquele dia



Eu queria que tivesse sido mentira
aquela despedida.
Meus olhos borrados
o salto enganchando no acelerador
e o Fagner com Deslizes na voz
pisando a minha dor.
Eu queria ter sumido no mundo
com a minha ferida
ou, se não podia morrer, 
ter ficado contigo
pelo resto da vida
naquele dia.

Comentários

  1. Só se despede quem quer Aila.
    Bjo Alipio.

    ResponderExcluir
  2. é? não sabia...rs
    Bj, Alípio!Volta pro Face.

    ResponderExcluir
  3. Ah! Às vezes é preciso, sem querer.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

ORAÇÃO

Calmaria