terça-feira, 22 de março de 2011

Espelho


À minha Ju

Ver-te sendo
é ver-me ser
como fui um dia.

Olhando-te,
vejo-me outra vez
amanhecendo
sem medo do que virá.

Contigo aprendo
o que fui,
o que sou
e o que serás.


 




3 comentários:

  1. Aíla, fico imaginando a Ju ouvindo isto. Que orgulho ela deve ter sentido.Que amor maravilhoso.bjs

    ResponderExcluir

Despejo

Meu corpo te deu ordem de despejo. Meu coração, não. Ainda pulsa imberbe o desejo de atravessar a vida ...